terça-feira, 9 de março de 2010

Mais crises...

Após muito séculos ainda sofremos dos mesmos "males" no plano subjetivo, muitos sofrem das dúvidas do existir, outros das angústias diante das escolhas, do medo, da saudade, arrependimento, ou de todos juntos, mas enfim que ninguém diga que já encontrou a cura para a saudade.
De muleta em muleta, em vão, junta-se esforços para "curar" aquilo que é a mais sublime virtude do humano, a capacidade de sentir, de ser afetado pelas situações, de aprender com esses sentimentos, a oportunidade de entender e extrair seu próprio saber e partir dos afetos que lhe afetam; assim da teoria dos humores gregos ao prozac contemporâneo as fantasiosas ilusões que muitos adoram ter, muitas vezes não resistem ao "real" do cotidiano. Se no princípio era o Verbo, na atualidade é o mando, aquilo que se entende como discursos que legitimam práticas de poder e de "arbritagem sobre os corpos", e cada vez menos nos autorizamos a cultivar a dúvida como possibilidade existencial, é comum desejar a certeza a qualquer custo. No plano das "interações sociais", nota-se comumente que se prefere uma má explicação imediata a uma dúvida momentânea.

Um pouco de existencialismo e ideal...
Já ao nascer choramos ao invés de sorrirmos, talvez isso já seja o prenúncio do estar nesse mundo, numa abordagem existencialista, a porta de acesso à condição humana é a experiência da angústia.

E, termino aqui com um trecho dos Racionais...
" (...) e eu que me juguei forte, e eu que me senti, serei um fraco, quando outras delas vir, (...) borrou a letra do poeta, correu no rosto o pardo do profeta. E até Jesus chorou."




Bom restinho de semana à todos!!!

Um comentário:

geisi disse...

hauhauaua adorei!!!
a crise de uma vida inteira, a existencia do ser mais cheio de frescuras...
a vida é tão bela e tão mal vivida...somos nós mesmos os culpados por não admirar tanta beleza e não aproveitar os momentos importantes.. queremos sempre o impossivel e nem precebemos o quanto perdemos com isso...
APROVEITE O MAXIMO A VIDA, E OS MOMENTOS QUE ELA LHE PROPORCIONA...
A VIDA É CURTA..
TE AMOOO NEGA!