domingo, 2 de maio de 2010

Garçom, por favor uma luz! Uma resposta para as minhas perguntas!?

Medo: receio, susto, terror...
Relacionamento: entrar na intimidade de, relacionar-se, união de sexos.

Qual o verdadeiro sentido em nossas vidas?
Por quê temos tanto medo de nos relacionarmos?
Por quê quando estamos na cara do gol para definir uma relação, saimos correndo?


Nós, garotas solteiras, vivemos em busca de um relacionamento perfeito, em busca do romance ideal, da vida à dois, de palavras românticas, do homem legal... Mas quando essa nossa busca se torna realidade (passando da primeira pessoa do singular, para a primeira do plural), entramos em desespero?
Agir como "nós" e não mais como "só eu" é ao mesmo tempo sonho e medo, sonho de termos um relação e medo de lidar com ela, mas por quê temos esse receio de se entregar e cair de cabeça em uma relação ao estilo "nós"?

Uma das conclusões que cheguei (em uma das muitas discussões com as meninas esse fds) é que na verdade não temos medo da relação e sim o terror de não termos mais os benefícios que a vida de solteiro proporciona, tais como... saídas em qualquer horário, risadas, badalação, ficar com quem bem entender, festar, não ter que dar satisfação para um companheiro, enfim, o problema na verdade não é o relacionamento, mas sim a vontade de juntar tudo em uma vida só, vontade de acrescentar uma pessoa em sua vida, sem condições, somente soma, sem pedir nada em troca.
Mas é óbvio que não é assim, para se ter uma relação saudável e para que a mesma dê certo é mais que necessário anular certas coisas em sua vida, tah aí o real motivo de muitas pessoas fugirem da imposição de relacionamento e curtirem a vida sozinhos... ao estilo "tô solteiro e feliz!".

Mas até onde esse tal solteiro e feliz é uma opção e não um despeito por não ter encontrado a relação perfeita? Aquela relação que te faz esquecer de todos os benefícios da vida de solteiro? Aquela relação que te faz não enxergar mais motivos para ser feliz sozinho?

São essas indagações que pelo menos para mim é um tormento, coisas que não me saem da cabeça, coisas que me fazem refletir sempre.

"solteiro e feliz", "solteiro sim, sozinha nunca", "nada melhor que estar solteiro"
Até onde essas frases formadas são reais e não só clichês para maquiarmos a falta que nos faz um relacionamento de verdade?

Só saberemos a verdade quando perdermos o medo e nos atirarmos de cabeça em uma relação, aí saberemos o sentido real ou não dessas frases, tão citadas nos subnicks (pelo menos dos meus contatos são assim).
Enfim, mergulhe na vida, independente de querer ou não provar se está feliz, faça da sua vida a mais legal possível, sem medo de estar ou não se relacionando... E... principalmente sem querer provar algo para alguém.

e mais uma vez afirmo:
Viver ultrapassa qualquer explicação!


boa semana.

Um comentário:

Wal Gitto disse...

Sou contra a covardia frente a um relacionamento, e sempre a favor de entrar de braços abertos para o amor..quebrar a cara faz parte, e só serve para o aprendizado..

Vai lá! =)